Tropeçando 66

How to access a Linux server behind NAT via reverse SSH tunnel

Post a message to another users screen via SSH

How to setup SSL connections and authentication?

Configurar conexões e autenticações SSL no PostgreSQL. Camada de segurança para troca de informações criptografadas.

Aprenda como interligar dois locais através de uma VPN

Postgresql Restore – Restaurando o backup incremental PITR (9.2, 9.3 e 9.4)

Tropeçando 65

Descarte móveis, eletrônicos, eletrodomésticos e muitos outros objetos velhos sem sair de casa

The history of replication in PostgreSQL

Taming Forms in AngularJS 1.3

Ultimo Dia Util Considerando Feriados em Oracle PL/SQL

HTTP access control (CORS)

Detalhes do lado do cliente na utilização de CORS[bb].

CORS on Apache

Use vimdiff as git mergetool

Instruções para utilizar vimdiff como resolvedor de conflitos do GIT[bb]

git ahead/behind info between master and branch?

Ter a informação de quantos commits há atrás/adiante do seu branch no git

GNS3 1.3 – A ferramenta perfeita para quem gosta de redes

O GNS3 é um simulador de redes bastante “real”, que emula os mais diversos equipamentos activos de uma rede: routers, switchs, PCs, telefones, firewalls[bb], etc. Considerando por exemplo um router, o GNS3 permite-nos emular o IOS[bb] (sistema operativo dos equipamentos Cisco) de um router real e proceder às respectivas configurações.

Compressor.io

Compressão de imagens em formato otimizado com menor perda possível (quando não sem perda).

Tropeçando 64

Oracle X PostgreSQL – Parte I: Semelhanças

Flash atualizado no Linux: Tenha a versão mais recente com o Fresh Player Plugin

How to Recover an Encrypted Home Directory on Ubuntu

Recovering an encrypted home directory when you don’t have the former operational system anymore. Or you are accessing through an external hard driver or something else.

Tag All The Things
Tag All The Things 2
Tag All The Things 3

Série AngularJS: Filter ordenando tabela por coluna

Problema do ano 2038

Playing around with ~/.gvfs/

Building Huuuuuge Apps with AngularJS

Partial aggregation: The beautiful way

I have PostgreSQL, loaded some data, and have app using it. Now what?

Agora que o banco já está no ar e sendo usado, é muito importante cuidar da sua saúde. Vamos, portanto, aplicar:

  • streaming replication de master para slave
  • walarchiving para o servidor storage deixando-o disponível para recuperação por backup
  • walarchiving para o servidor slave para que no caso do slave cair, será possível a recuperação sem que seja necessário refazer a replicação
  • limpeza de walarchive no slave – xlogs desnecessários serão removidos
  • backups diários, executados a partir do slave e salvos no servidor storage, sem que haja nenhum trabalho adicional no master (excetuando-se iniciar e encerrar o modo de backup, o que não afeta o desempenho normal do master)
  • backups e walarchive no storage são mantidos em sincronia (sem xlogs que são inúteis) e pequenos o suficiente

Tropeçando 63

Garbage Collection of Unused PostgreSQL Tables and Columns

Química na remoção de manchas em roupas

Remapping Caps Lock in 14.04 Trusty Tahr

Remaping keys: capslock to escape and viceversa in Ubuntu 13.10 [duplicate]

Dillinger – Online Markdown Editor

Paiza, plataforma para programar sem precisar instalar nada

Waiting for 9.4 – Add support for wrapping to psql’s “extended” mode.

PostgreSQL: A full text search engine – Part 1

How much slower are numerics?

The story of pgAdmin

Tropeçando 62

A Small Database Does Not Mean Small shared_buffers

Another mantra often heard in PostgreSQL circles is that you usually don’t want to set shared_buffers higher than 8GB. I will admit, that for a majority of users, that is great advice and a good starting point (and a whole lot more useful than the default 32MB).

Changing Owner of Multiple Database Objects

pgAFIS: o Elefante Biométrico

I want to add CORS support to my server

Carta aos Presidenciáveis: Por que desprezam quem precisa de acessibilidade?

Da Lêda Spelta:

Caríssimos candidatos Dilma Rousseff, Marina Silva e Aécio Neves,

Desalentada com a escassez de informações apresentadas nos programas eleitorais, resolvi acessar os sites oficiais de campanha, na esperança de encontrar esclarecimentos sobre as principais diferenças programáticas, ou seja, sobre o que eu poderia esperar do futuro do Brasil com cada um dos senhores na presidência, já que são os candidatos com chances reais nessa eleição. E decidi começar pelo site da Presidenta Dilma…

Continue a leitura no site da Acesso Digital: Carta aos Presidenciáveis: Por que desprezam quem precisa de acessibilidade?

Encontrei no fechaTag.

Leitura da Bíblia para 2014

Recebi de um irmão (com o qual concordo, incentivo) e  encaminho ipsis literis.

Paz!

Um novo ano é sempre um bom momento para (re)começarmos a leitura da Bíblia. Sei dos imensos desafios que a vida moderna nos impõe até mesmo sobre nossas disciplinas espirituais: comunhão com o Senhor, oração, leitura devocional das Escrituras, meditação, etc. Mas devemos insistir, pedindo a graça e o poder do Senhor.

No arquivo anexo, envio algumas sugestões de planos de leitura. Encontre o que for mais adequado a você e use-o.

O plano cronológico apresenta leitura dos livros da Bíblia não na ordem em que se encontram, mas pela sequência dos fatos registrados.

O calendar_mccheyne apresenta o plano de leitura idealizado por Robert McCheyne, no qual há uma leitura individual e uma leitura em família. (É o que mais indico.) E há um plano adaptado, que exclui uma das leituras.

Há um plano para ler a Bíblia toda em três meses e um para ler apenas o Novo Testamento, Salmos e Provérbios. Há planos para novos convertidos, para crianças, em que os livros são lidos de modo alternado ou misturados. Há um plano que considera os meses tendo 25 dias, para que haja tempo para meditação e para repôr alguma leitura.

Há dois planos em formato de planilha, que permite acompanhar seu progresso (é preciso permitir as macros).

Desejo que o Senhor lhe abençoe a cada dia do novo ano.

Divulguem para outros irmãos.

Abraço.

Baixe aqui.