Convert e mogrify

ImageMagick é tão perene quanto a grama. Encontrado em algum script PHP para aplicações KDE, é uma biblioteca caracterizada pelo processamento e edição de imagens com um batalhão de pequenas ferramentas. Há aproximadamento 100 dessas ferramentas, e duas das mais úteis são convert e mogrify – comandos que rivalizam com recursos do Gimp. Ao usá-las, você pode redimensionar, esmaecer, cortar, ajustar e transformar uma imagem sem precisar olhá-la. A diferença entre convert e mogrify é que com a última você pode sobrescrever as imagens originais ao invés de criar um novo arquivo para a imagem modificada.

Apesar de todas as funcionalidades complicadas, uma das melhores razões para usar convert é a sua função mais óbvia, que é a de modificar o formato de uma imagem. Em sua mais simples, você precisa apenas incluir os nomes de arquivo fonte e destino, e o convert vai se encarregar dos detalhes. O exemplo a seguir converta um arquivo JPEG em um PNG:

convert pic.jpg pic.png

ImageMagick é perfeito para lotes de imagens, mas ele não utiliza coringas da maneira experada. convert *.jpg *.png não funciona, por exemplo. A resposta é usar um sintaxe levemente diferente e substituir o comando convert por mogrify. Ao invés de usar um coringa para o formato de destino, define-se o tipo de extensão que se deseja. Para converter um grupo de imagens JPEG para o formato PNG precisamos digitar apenas o seguinte:

mogrify -format png *.jpg

Esta proximidade pode ser usada com qualquer parâmetro de convert e mogrify. Você pode usar o formato substituto com crop ou scale em um lote de imagens, por exemplo, se você precisar escalar ou cortar um diretório inteiro de imagens.

Mais em Truques de linha de comando.

Um comentário sobre “Convert e mogrify

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.