Velhos favoritos do bash

É sempre válido revisitar comandos esquecidos do bash. Três dos mais úteis que parecem ter sido esquecidos no uso comum são o cut, paste e o comando de tradução, tr. cut e paste fazem exatamente o que você espera, e apesar de soarem banais, surpreende quão poderosos podem ser quando usados na linha de comando ou em scripts.

cut normalmente é um pouco mais útil do que o comando paste. Executar o cut recorta parte de uma linha e a redireciona para a saída padrão. Predeterminadamente, o comando usa tabulação como separador de campos, mas isto pode ser alterado usando -d, e os campos são selecionadas ao usar o indicador -f.

paste efetivamente permite que você possa mesclar conteúdos em colunas, como um cat vertical. A melhor maneira de ver como funciona é criando dois arquivos de texto, cada um com três linhas de dados separadas. A saída do paste será o conteúdo do primeiro arquivo numa coluna à esquerda no segundo arquivo.

O comando tr é usado para apagar saídas irrelevantes, como espaços ou tabulações. A opção mais útil é a -s, que remove espaços repetidos em seqüências de um simples caracter. Use a saída de ls -al, que gera uma longa lista de diretórios incluindo o tamanho dos arquivos preenchidos com espaços para melhor visualização. O comando tr pode ser usado para removê-los e colocar um simples caracter de espaço como separação de campos.

Um exemplo de como estes comandos podem trabalhar juntos:

ls -al --sort=size /usr/bin | tr -s ' ' | cut -d ' ' -f 5,8

A longa saída de ls é classificada e então transportada para o comando de tradução. Este remove o preenchimento, deixando os campos separados por um caracter de espaço. Depois o cut usa o caracter de espaço como um delimitador de campo e pega os campos 5 e 6 da saída. O que você tem é uma lista de arquivos, classificadas por tamanho, mostrando apenas o tamanho e o nome do arquivo.

Um comentário sobre “Velhos favoritos do bash

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.