Redirecionando o Editor

Se você usa uma distribuição baseada no Debian, como o Ubuntu, já se perguntou para que serve o misterioso diretório /etc/alternatives? Se você olhar o conteúdo, verá que está cheio de alguns dos comandos de sistema mais conhecidos. Mas se você olhar de perto, cada arquivo é na verdade um link simbólico para a localização real do comando em algum lugar do sistema. Este diretório está cheio de links porque os desenvolvedores originais do Debian não queriam assumir que uma ferramenta seria usada sobre qualquer outra. Eles usaram o utilitário cron para destacar o problema.

O Cron é usado para agendar evento a serem executados em certos dias e horários e ele faz isso abrindo um editor de texto de onde você necessitar para que você adicione seus próprios trabalhos. Mas a grande questão para os desenvolvedores do Debian era ‘Qual editor de texto?’. Para os usuários do Linux não há resposta fácil e é uma pergunta que gera guerras infindáveis e gasta-se muito tempo para ter alguma resposta definitiva. Enquanto uns preferem Emacs, Vi ou Nano, a obrigatoriedade de escolher um a outros sempre causará problemas.

A solução foi /etc/alternatives. Se você digitar cron no Ubuntu, o sistema carregará o bem amigável editor Nano. Mas se você olhar com atenção, cron está na verdade executanto o editor de comando localizado em /usr/bin que é, por sua vez, um link para /etc/alternatives/editor.

Como você já deve estar imaginando, este arquivo é um link para o editor real – neste caso, é /usr/bin/nano. É um passo seguro o recurso de escolher qual editor selecionar dentre todos que você tem como editor padrão quando basta trocar o link para apontar para o seu editor favorito no lugar do Nano. Há até um comando que pode executar esta tarefa para você. Digite update-alternatives --set editor /usr/bin/vim para trocar o editor para o vim, por exemplo. Você também pode listar os editores disponíveis uisando o parâmetro -display editor ou exatamente o mesmo para todos os outros comandos que estão localizados no diretório /etc/alternatives.

Mais em Truques de linha de comando.

Um comentário sobre “Redirecionando o Editor

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.